Cirurgias

Cirurgias realizadas em nossa clínica e procedimentos pós operatórios

Septoplastia e turbinectomia

A septoplastia é a cirurgia realizada para a correção do desvio do septo nasal. O septo nasal é uma estrutura formada por cartilagem e osso, localizado na porção interna do nariz e responsável por separar as duas fossas nasais. O desvio do septo nasal é causado por trauma ou, mais frequentemente, pelo crescimento excessivo e desviado do septo nasal. A cirurgia está indicada em pacientes com obstrução nasal, respiração bucal constante, rinossinusites de repetição e roncos. A cirurgia é realizada por dentro do nariz, não sendo realizada nenhuma incisão externa, não deixando, portanto, nenhuma cicatriz visível no rosto.

Alguns pacientes apresentam também aumento dos cornetos inferiores e/ou médios, que contribuem para dificultar a respiração pelo nariz. Os cornetos são estruturas presentes em todas as pessoas e responsáveis por umidificar, aquecer e filtrar o ar que nós inspiramos pelo nariz. Muitos pacientes com rinite alérgica apresentam aumento destas estruturas. Na maioria das vezes, realizamos a septoplastia associada à turbinectomia. A turbinectomia consiste na remoção parcial dos cornetos inferiores e/ou médios, promovendo aumento da passagem de ar pelo nariz.

A cirurgia de septoplastia e turbinectomia é realizada em hospital, sob anestesia geral e com duração aproximada de 1h 30 min. Antigamente era muito comum o uso do tampão nasal, que provocava bastante desconforto no pós-operatório. Porém, hoje em dia, com o uso dos endoscópios e câmeras nas cirurgias para melhor visualização das estruturas, este tampão nasal não é mais utilizado de rotina, promovendo um pós-operatório muito mais tranquilo e sem praticamente nenhum tipo de dor.

Cuidados pós operatórios (com ou sem turbinectomia)

  • 3 primeiros dias:
  • Repouso absoluto (permanecer deitado, com 3-4 travesseiros)
  • Permanecer em casa até o 1º retorno no consultório
  • Alimentação: evitar alimentos quentes ou que exijam muita mastigação (por ex, bife)
  • Banho: Evitar banho quente (água na temperatura ambiente)
  • Cuidados: não abaixar a cabeça e não assuar o nariz
  • Medicamentos: usar o antibiótico prescrito e lavagem nasal (lavar cada fossa nasal pelo menos 10 vezes ao dia). Outras medicações serão especificamente orientadas pelo doutor.
  • 1ª semana
  • Repouso em casa
  • Aguardar o 1º retorno no consultório antes de retornar as atividades profissionais
  • Banho: Evitar banho quente (água na temperatura ambiente)
  • Cuidados: não abaixar a cabeça e não assuar o nariz
  • Medicamentos: usar o antibiótico prescrito e lavagem nasal. Outras medicações serão especificamente orientadas pelo doutor.
  • Primeiras semanas
  • Não realizar atividades físicas por pelo menos 3 semanas
  • Retornar impreterivelmente no consultório nas semanas subsequentes a cirurgia, para limpeza e cuidados pós operatórios (datas solicitadas pelo doutor)
  • Medicamentos: continuar realizando lavagem nasal com o medicamento solicitado pelo doutor.