Cirurgias

Cirurgias realizadas em nossa clínica e procedimentos pós operatórios

Cirurgia para sinusite (Cirurgia endoscópica nasal)

As cirurgias para tratamento das sinusites (rinossinusites) evoluíram muito nas últimas décadas. Antigamente, para tratar cirurgicamente os pacientes, eram realizadas incisões externas na face, sendo a cirurgia muito agressiva. Porém, com o desenvolvimento de novas tecnologias, como a cirurgia endoscópica, passamos a realizar esta cirurgia com o uso de vídeo e óticas. Desta forma, na grande maioria das vezes, a cirurgia é realizada por dentro do nariz, sem nenhum tipo de cicatriz externa.

A cirurgia endoscópica sinusal (ESS – Endoscopic Sinus Surgery) está indicada em uma grande variedade de doenças, além das sinusites, como sangramentos nasais (Epistaxe), tumores benignos e malignos do nariz e seios nasais, perfuração de septo, entre outros. Nos pacientes com sinusite aguda de repetição (4 ou mais episódios de sinusite por ano), sinusites crônicas com ou sem pólipos nasais e sinusites por fungos, a cirurgia endoscópica funcional está indicada. A cirurgia consiste na dissecção e modificação das estruturas anatômicas do nariz e seios nasais, objetivando melhora no fluxo de ar e na drenagem de secreções em determinadas áreas estreitas e críticas dentro do nariz. Desta forma, é possível reestabelecer a adequada comunicação entre o nariz e os seios nasais, para que estes últimos possam ter suas funções normalizadas, como ventilação e limpeza no interior dos mesmos.

A realização da cirurgia deve ser feita após diagnóstico preciso da doença. Portanto, é muito importante o acompanhamento do paciente em algumas consultas, além da realização de exames complementares, como exames laboratoriais, tomografia computadorizada de seios da face e nasofibrolaringoscopia.

A cirurgia é realizada sob anestesia geral, e apresenta duração de 2 – 3 horas. O pós operatório, na maioria das vezes, é praticamente sem dor alguma. Porém, como a cirurgia é realizada dentro de uma cavidade estreita como o nariz, na primeira semana, é esperado que o nariz fique um pouco mais congestionado, devido ao inchaço (edema) e formação de crostas. Desta forma, as consultas nas semanas subsequentes à cirurgia são fundamentais, para que seja realizado a limpeza e remoção de crostas do nariz, etapa importantíssima no sucesso da cirurgia.

Cuidados pós operatórios

  • 3 primeiros dias:
  • Repouso absoluto (permanecer deitado, com 3-4 travesseiros)
  • Permanecer em casa até o 1º retorno no consultório
  • Alimentação: evitar alimentos quentes ou que exijam muita mastigação (por ex, bife)
  • Banho: Evitar banho quente (água na temperatura ambiente)
  • Cuidados: não abaixar a cabeça e não assuar o nariz
  • Medicamentos: usar o antibiótico prescrito e lavagem nasal (lavar cada fossa nasal pelo menos 10 vezes ao dia). Outras medicações serão especificamente orientadas pelo doutor.
  • 1ª semana
  • Repouso em casa
  • Aguardar o 1º retorno no consultório antes de retornar as atividades profissionais
  • Banho: Evitar banho quente (água na temperatura ambiente)
  • Cuidados: não abaixar a cabeça e não assuar o nariz
  • Medicamentos: usar o antibiótico prescrito e lavagem nasal. Outras medicações serão especificamente orientadas pelo doutor.
  • Primeiras semanas
  • Não realizar atividades físicas por pelo menos 3 semanas
  • Retornar impreterivelmente no consultório semanalmente após a cirurgia, para limpeza e cuidados pós operatórios (datas solicitadas pelo doutor)
  • Medicamentos: continuar realizando lavagem nasal com o medicamento solicitado pelo doutor.